As mais belas flores - Oxivida

(11) 3067-4392(11) 99689-8937

OXIVIDA

Produtos em Destaques

Produtos em Destaques

Oxigênio

Oxigênio

Cama Hospitalar

Cama Hospitalar

Cadeira de Rodas

Cadeira de Rodas

Qualidade de Vida

Qualidade de Vida

Blog

As mais belas flores

As mais belas flores

As vezes leva a pureza e a inocência de uma criança para abrir o coração de um adulto. A figura que tanto participou da minha infância demonstrando um amor incondicional desde os primeiros anos era uma mulher bastante amarga e fechada.

Minha avó materna, eu vim a entender anos depois, se machucou bastante com as dificuldades que se apresentaram em sua vida e ao longo de anos ergueu ao seu redor uma muralha enorme se tornando dura e amargurada, seus segredos e sentimentos eram compartilhados apenas com as flores do jardim que ela regava e cuidava dia após dia.

Com o meu nascimento e posteriormente do meu irmãozinho ela viu sua vida modificada, pela primeira vez ela pode amar e ser amada de forma incondicional, nós oferecíamos a ela sorrisos, abraços e muito carinho e em troca saboreávamos as melhores comidas caseiras, recebíamos beijos, abraços, ouvíamos histórias para dormir e ainda usufruíamos de uma higiene exemplar que ela fazia questão de inspecionar de pertinho.

Dessa relação de amor que surgia entre avó e netos conseguimos fazer com que ela tivesse anos de vida de muita alegria, rodeada de muito amor e carinho. Ao nosso lado ela deixou vir a tona seu espírito de aventura, sua vontade de viver e ser feliz.

Lidar com a perda dessa mulher incrível não foi a experiência mais fácil que passei, como é difícil sentir saudades de alguém e saber que essa pessoa não vai voltar, mas em meio a dor passei a buscar forças dentro de mim mantendo em meu coração as doces lembranças da história que dividimos juntas.

Hoje de manhã enquanto caminhava no parque parei para admirar uma árvore repleta das mais belas flores e naquele instante o meu pensamento foi ao encontro da minha avó que a tantos anos nos deixou mas que se faz presente até hoje em meu coração.



Voltar
Oxivida